Pernambuco registra segundo caso suspeito de febre amarela

Saúde

Pernambuco registra segundo caso suspeito de febre amarela

Pernambuco registra segundo caso suspeito de febre amarela

Na noite da última terça-feira (16), a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) foi notificada de um segundo paciente em investigação para febre amarela. Trata-se um um pernambucano que reside em Brasília, passou por áreas de risco na Bahia e está em férias no Estado. Ele foi atendido na própria terça em uma unidade privada, com quadro de febre e dores de cabeça e no corpo, e liberado logo em seguida.

O paciente é vacinado contra febre amarela. Apesar de estar imunizado e não seguir a definição do Ministério da Saúde para caso suspeito, ele foi notificado pela unidade de saúde por ter passado por área considerada de risco. Foram coletadas amostras laboratoriais, que serão analisadas pelo laboratório de referência nacional.

Primeiro caso
Apenas no início deste anos, a SES notificou dois pacientes em investigação para febre amarela. O primeiro caso é de uma pernambucana com quadro de febre, sintomatologia que iniciou no dia 7, em São Paulo, durante visita ao município de Mairiporã, considerado área de risco. Ela foi atendida em unidade hospitalar privada em Pernambuco no dia 9. Apesar de não ter sintomatologia grave sugestiva para a doença, foi notificada por ter tido febre e ter circulado por área de risco. A paciente já recebeu alta médica e as análises laboratoriais estão em andamento.

Sintomas
Os sinais e sintomas mais comuns da doença são febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas, sangramento nas gengivas e vômitos que duram, em média, três dias. Nas formas mais graves da doença, podem ocorrer icterícia, insuficiências hepática e renal, manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. Sangramento nasal, vômito com sangue, fezes com sangue vivo ou com sangue amarronzado são características da febre amarela.

Editor

janeiro 18th, 2018

No comments

Comments are closed.